Seguro Desemprego 2020: Como Funciona? Quem Tem Direito?

O Seguro Desemprego 2020, como o próprio nome nos remete, funciona como um auxílio ao trabalhador, para que ele possa se organizar quando for mandado embora sem justa causa. O Seguro Desemprego 2020 é administrado pelo governo federal, com recursos do fundo de amparo ao trabalhador (FAT).

Seguro Desemprego 2020
Seguro Desemprego 2020

O que é o Seguro Desemprego 2020?

O Seguro Desemprego é um direito garantido por lei de todos trabalhadores. Esse benefício é destinado aos trabalhadores que foram demitidos sem justa causa.

Caso aconteça do funcionário perder o seu emprego, o mesmo não ficará desamparado, e terá uma renda até conseguir um novo emprego.

Dessa forma, o trabalhador irá receber algumas parcelas em dinheiro, a qual é paga de acordo com o valor do antigo salário do cidadão.

Abaixo você pode se informar sobre o valor do Seguro Desemprego e também como requerer tal benefício.


Novas Regras Seguro Desemprego 2020

Recentemente o seguro desemprego passou por algumas mudanças, e as novas regras para esse benefício são as apresentadas abaixo:

  • O trabalhador deve exercer a atividade por pelo menos 12 meses para fazer o pedido do seguro desemprego pela primeira vez;
  • Caso a solicitação esteja acontecendo pela segunda vez, o trabalhador deve ter ficado no emprego por pelo menos 9 meses;
  • Já na terceira solicitação o tempo trabalhado é de 6 meses, assim como na quarta solicitação em diante.


Quem tem Direito ao Seguro Desemprego 2020

E não são todos os trabalhadores que possuem direito sobre o Seguro Desemprego 2020, confira os requisitos para solicitar o benefício:

  • Ter uma demissão sem justa causa;
  • Ter tido o tempo mínimo exigido conforme descrevemos acima;
  • Não ser sócio ou não ter nenhum tipo e participação de lucros na empresa em questão;
  • 16 meses de intervalo entre uma solicitação do seguro desemprego e outra;
  • E para os trabalhadores que se encaixam na categoria “rurais” é necessário ter 15 meses trabalhados com carteira assinada nos últimos 2 anos.

Parcelas Seguro Desemprego

Conheça abaixo todas as parcelas do Seguro Desemprego para cada solicitação.

Na primeira solicitação:

  • 4 parcelas entre 18 a 23 meses trabalhados;
  • 5 parcelas a partir de 24 meses trabalhados.

Segunda solicitação:

  • 3 parcelas de 9 até 11 meses trabalhados;
  • 4 parcelas de 12 a 23 meses trabalhados;
  • 5 parcelas a partir de 24 meses.

Terceira solicitação:

  • 3 parcelas de 6 a 11 meses trabalhados;
  • 4 parcelas de 12 a 23 meses trabalhados;
  • 5 parcelas a partir de 24 meses.

CONFIRA AINDA:


Documentos para dar Entrada no Seguro Desemprego

Para dar entrada no Seguro Desemprego e realizar o agendamento do benefício serão exigidos alguns documentos do trabalhador.

Confira abaixo quais são esses documentos:

  • Número do NIS (presente na carteira de trabalho);
  • RG e CPF;
  • Número de telefone e e-mail para contato;
  • Data de nascimento.

Além dos documentos originais citados acima, é importante que você leve também uma cópia de cada um.


Cálculo Seguro Desemprego 2020

Para que o cálculo do Seguro Desemprego 2020 seja realizado será necessário levar algumas coisas em questão. Já que o valor final pode mudar.

  • O cálculo é feito através dos 3 últimos salários do trabalhador;
  • É preciso saber quantos meses foram trabalhados antes de pedir pelo seguro desemprego;
  • E na hora de calcular é levado em conta se o trabalhador teve ou não acesso ao benefício nos últimos 36 meses.

Consulta Seguro Desemprego

É possível consultar o saldo do benefício com alguns documentos como carteira de trabalho e cartão cidadão em mãos.

Através do passo a passo abaixo você poderá consultar e também agendar o benefício:

  • Agora você deverá informar alguns dados pessoais, como CPF, data de nascimento e telefone;
  • Na última etapa será necessário seleciona o melhor dia e horário para dar entrada no Seguro Desemprego;
  • Após isso, clique em “Concluir”.

Agora, basta imprimir o comprovante do agendamento e se dirigir ao local marcado no dia e horário correto.

Para dar entrada no Seguro Desemprego é preciso aguardar um período de carência, para que o benefício seja aprovado.

Esse tempo de carência é de 120 dias para os trabalhadores em geral, e no caso de empregada doméstica 90 dias.


Valor do Seguro Desemprego 2020

As alterações que ocorrem no Seguro Desemprego variam de acordo com o valor do Salário Mínimo de cada ano. Em 2019 o valor era de R$ 998, espera que para 2020 o salário mínimo tenha um aumento.

Para saber o valor que você irá receber então, é preciso realizar um cálculo. Confira:

  • Se você recebe até o valor máximo de R$ 1.360,70 deverá multiplicar o valor por 80%, ou seja 0,8.

Fazendo o cálculo levando em consideração o valor recebido de R$ 1.360,70, a parcela que você irá receber será no valor de R$ 1.088,56.

  • Já se o seu salário varia de R$ 1.360,71 a R$ 2.268,05 o valor deverá ser multiplicado por 50%, ou seja 0,5. Além disso, nesse caso será preciso somar o valor de R$ 1.088,56.

Fazendo o cálculo levando em consideração o valor recebido de R$ 1.360,71, a parcela paga pelo Seguro Desemprego 2020 será no valor de R$ 1.768,92.

  • Por fim, se você recebe acima de R$ 2.268,05 a parcela paga será R$ 1.542,24, não importando quanto você recebia, pois esse valor é o máximo a ser pago pelo Seguro Desemprego.


Como Receber Seguro Desemprego 2020

Para receber o seguro desemprego é necessário ter o cartão cidadão. Com esse cartão é possível receber através, de:

  • Agências da caixa econômica federal;
  • Caixa eletrônico da caixa;
  • Lotéricas;
  • Postos de atendimento caixa aqui.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...