Regimes de Previdência 2020: RGPS, RPPS e RPC

Muitas pessoas ainda não sabem o que são e nem como funciona os distintos Regimes de Previdência 2020. Como essas pessoas não se encontram informadas, é bem comum que elas acabem escolhendo da maneira errada e isso no final pode dar ainda mais trabalho. Foi pensando nisso que resolver criar o nosso artigo de hoje, para que você saiba com detalhes questões da previdência e a diferença do RGPS, RPPS e RPC. Sabendo com detalhes sobre todas elas, com certeza a sua escolha será a mais adequada, evitando problemas futuros. Entenda sobre os Regimes de Previdência 2020 abaixo.

Regimes de Previdência
Regimes de Previdência

Regimes de Previdência 2020

RPC

O primeiro regime que vamos explicar com detalhes é o RPC, também chamado de: Regime de Previdência Complementar, sua principal característica com certeza é o fato de funcionar abaixo da autonomia de entidades complementares.

Ou seja, o controle não se encontra nas entidades principais da previdência, como acontece com outros regimes. Dessa forma, todas as pessoas que contratam esse tipo de regime têm o intuito de complementar a renda dos trabalhadores locais. Sendo ganhos além desse plano regular.

Em casos como esse, quem trabalha vai ter como um complemento na renda regular, tendo ainda o controle de outro plano previdenciário.

Lembrando que esse tipo de regime pode ser escolhido somente por trabalhadores de grupos empresariais ou filiados de uma empresa regularizada.

Não podemos ainda deixar de citar que a filiação é facultativa. Aqueles que se interessam e desejam se filiar devem acessar: www.previdencia.gov.br.

CONFIRA AINDA:


RGPS

Já o RGPS é a siga que indica Regime Geral da Previdência. Esse regime se encontra atrelado ao INSS e será através dele que serão definidas as contribuições do trabalhador.

Entre os Regimes de Previdência 2020 o RGPS é o regime mais pensado para os trabalhadores que desejam ter um acúmulo de renda, para o dia que não conseguirem mais exercer suas profissões.

Os benefícios concedidos por aqui são muitos, entre os mais populares temos: auxílio maternidade, aposentadoria, auxílio doença, entre outros.

Para que seja possível a inscrição nessa modalidade o trabalhador deve ter carteira assinada. A inscrição não é feita de maneira automática. Por isso o ideal é acessar o endereço abaixo para mais informações e inscrição:

  • www5.dataprev.gov.br/cnisinternet/faces/pages/index.xhtlm.


RPPS

Por fim, temos o RPPS. Esse regime próprio entra na categoria de regimes previdenciários pensando para servidores públicos. O teto dessa contribuição será definido também por esse regime e levando em conta qual foi o último salário.

Todas aquelas pessoas que estão dentro de empresas e /ou instituições públicas estão dentro desse regime de contribuição. Exceto aqueles que são servidores de forma temporário ou agentes políticos.

O servidor público, além de pertencer ao RPPS pode ainda se filiar dentro de um regime normal de contribuição como facultativo. Para assim ter outros benefícios.

Para realizar a inscrição basta acessar: www.previdencia.gov.br/regimes-proprios.


Diferença entre as Três Modalidades

As principais diferenças dos Regimes de Previdência 2020 podem ser vistas de acordo com o regime de contratação. Como podemos ver, pode diferir entre pessoas que trabalham de forma facultativa ou própria, com carteira assinada ou sendo funcionário público.

Conhecer cada uma delas é essencial para a escolha da categoria certa.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...